As folhas do outono

Sozinho novamente. Entristecido novamente. Procurando novamente os pedaços que me faltam enquanto folhas caem cortando o espaço, dançando com o vento.

É outono!

É apenas mais uma estação, mas enquanto as folhas caem ela se desmancha e eu me vejo perdendo o controle.

Eu nunca te contei sobre o outono, apenas registrei em tiras de papel e fotografias a vida perdendo, assim como eu, um pouco de cor. É apenas mais uma estação.
Os dias não passam tão rápidos como o verão, e ainda assim o sol se deita mais cedo. E quando chega o outro dia, um atrás do outro, eu os recebo como uma outra vida: sentindo meu corpo envelhecer, minha alma flutuar, vendo você me esquecer.

Assim como as folhas desta estação, eu perco o controle, a cor e espero o tempo me perdoar. Até percebo que o show acabou mas tenho medo demais de seguir andando. Eu não consigo aceitar o fim.

Junto as minhas mãos em forma de prece, é o melhor que posso fazer, na pior das hipóteses. Durante todo esse tempo, dentro de mim, chovia folhas secas e até mesmo pedras. Você nunca soube e por isso eu peço que Deus abençoe a sua alma.

Pesado como sou hoje e vivendo fora do controle não posso seguir adiante. Mas quem sabe, no fim da estação, possamos tornar a ser leves, assim como essas folhas que no outono caem. Voltaremos ao começo, ao que éramos. Seremos de novo: Deus, você e eu.


Crédito da foto: James Moxley, sob licença CC0.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s