Assistidos do mês (outubro de 2018)

Depois de muito tempo eu consegui organizar o nosso ritmo em casa e finalmente (agora que a Tetê está indo pra escola) eu tenho conseguido ter um pouco de tempo só pra mim. Com essas horinhas diárias disponíveis já deu pra eu voltar a sentar em frente à TV e aqui estão algumas das coisas que vi nesse mês e que quero compartilhar com vocês. Bora lá?

Suits

suits

Sim, é a série da Meghan Markle e sim, é muito gostosinha de assistir. Na verdade eu descobri que esse tipo de série é exatamente o que eu gosto de ver porque:  (1) tem advogados (deos, eu realmente amo séries de advogados), (2) tem casos do dia (o que quer dizer que dá pra ver episódios aleatórios sem se preocupar muito com os arcos centrais). (3) é leve, daquelas pra ver quando a gente quer ficar de boa –  o que é o meu caso nesse momento.

Mas falando da série em si, Suits se passa num escritório de advocacia em Nova York, onde advogados fodásticos atendem seus cliente cheios da grana, até aí tudo certo só que, no meio de uma confusão, eles acabam contratando um “geninho que fraudava provas da OAB americana” que, embora tenha um baita conhecimento, não tem licença pra advogar.

A série se desenrola com a gente acompanhado o que se passa no escritório e na vida pessoal dos personagens, que são muito bem construídos e trazem diálogos excelentes.

Sierra Burguer é uma Loser

Sierra-Burgess

Se você é fã do John Hughes e de outros clássicos dos anos 80, com certeza vai curtir esse filme, uma produção recente da Netflix com a Shannon Purser (a atriz que faz a Barb em Stranger Things). ❤

Sierra é uma adolescente como a maioria das outras que não se enquadram dentro dos padrões sociais. Além disso ela é sensível, inteligente e esperta. Um dia, por causa de uma pegadinha que armam pra cima dela, ela começa a se corresponder por mensagens de texto com um garoto da escola. Só que ele pensa estar conversando com outra pessoa: a popular líder de torcida Veronica.

O filme tem uma pegada oitentista que eu amo, a Sierra é uma personagem fofa e além disso a história tem toda uma filosofia “body positivity” com uma boa dose de representatividade que cai muito bem nos dias de hoje. É um filme adolescente mas é fofo!

Anna Karenina

Anna-Karenina

Eu sabia da existência desse filme  a um tempão mas só fui assistir nesse mês, quando ele venceu uma votação aqui em casa quando nossos amigos vieram nos visitar.

A história é aquela que quase todo mundo conhece. Baseada no livro homônimo do Leon Tolstói, retrata o caso extraconjugal vivido por Anna Karenina na Rússia do século 19. Imagina o que é ser mulher 130 anos atrás. Imaginou? Agora imagina ser uma mulher   que trai o marido naquela época e todo mundo fica sabendo.

O diretor  desse filme é Joe Wright, que já adaptou outros clássicos da literatura como Orgulho & Preconceito, Desejo & Reparação (ambos também com a Keira Knightley) e aqui ele faz mais um trabalho surpreendente, sensível e poético. Fotografia, figurino, elenco parecem se encaixar com peças de um quebra-cabeças e ajudam a contar a história sobre uma perspectiva única. Um filmão!

One Small Step (curta-metragem)

one-small-step

Encontrei esse curta zapeando pelo aplicativo do Vimeo. Ele conta a história de uma garota chinesa chamada Luna que tem um sonho de se tornar astronauta. É só isso que dá pra falar. Lindo, lindo, lindo! Dá pra assistir aqui.

 

Até o próximo post!

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s